Textos de: Marilyn Agranonik

Mortalidade infantil por causas evitáveis no Rio Grande do Sul de 2000 a 2014

Por: e

Edição: Ano 26 nº 7 – 2017

Área temática:

Assunto(s): , ,

Ao longo das últimas décadas, é notória a queda da taxa de mortalidade infantil (TMI) no Rio Grande do Sul, acompanhando uma tendência nacional e global. Entre 2000 e 2014, a TMI do Estado reduziu-se aproximadamente 30%, de 15,1 para 10,7 óbitos por 1.000 nascidos vivos, sendo, desde 2009, a segunda menor TMI do Brasil, […]

Fatores associados a óbitos neonatais no Rio Grande do Sul em 2014

Por:

Edição: Ano 25 nº 12 – 2016

Área temática:

Assunto(s): , ,

A taxa de mortalidade infantil (TMI) é um dos principais indicadores de saúde, especialmente por estar associada a condições socioeconômicas e sanitárias da população e por refletir as condições de saúde da parcela da população extremamente vulnerável: os menores de um ano. Para que seja possível reduzir essa taxa, são necessárias mudanças na atenção à […]

Desigualdades no acesso à saúde

Por:

Edição: Ano 25 nº 08 – 2016

Área temática: ,

Assunto(s): ,

O acesso a serviços de saúde pode ser definido como a existência da possibilidade de utilizá-los quando necessário. As condições de acesso refletem as características da oferta de serviços, que podem facilitar ou dificultar a capacidade dos indivíduos de determinada população em utilizar os serviços de saúde de acordo com suas necessidades. Além disso, são […]

Câncer de mama: mortalidade e fatores associados à não realização da mamografia

Por:

Edição: Ano 25 nº 02 – 2016

Área temática: ,

Assunto(s): , ,

Face à atual transição demográfica e epidemiológica pela qual o Brasil e seus estados vêm passando, algumas modificações têm ocorrido no perfil de saúde-doença da população brasileira, como o aumento da expectativa de vida e a diminuição de doenças infecciosas e parasitárias enquanto principais causas de mortalidade. Por outro lado, doenças crônicas não transmissíveis passam […]

Evolução da taxa de mortalidade infantil no Rio Grande do Sul, segundo o PIB per capita, de 2001 a 2013

Por:

Edição: Ano 24 nº 05 - 2015

Área temática:

Assunto(s): ,

Nos últimos anos, a taxa de mortalidade infantil (TMI) — razão entre o total de óbitos de menores de um ano e o total de nascidos vivos — está decrescendo em todo o País. No Brasil, a TMI apresentou uma queda de 30%, caindo de 19,4 por 1.000 no triênio 2001-03 para 13,5 por 1.000 […]