O potencial poluidor das atividades industriais no RS

O potencial poluidor (pp) da indústria no Rio Grande do Sul pode ser aferido através do percentual da produção (VAB) industrial oriunda das atividades classificadas segundo o seu grau de potencial poluidor. Para tanto, utilizam-se as subclasses da Classificação Nacional das Atividades Econômicas relativas às indústrias extrativa e de transformação compatibilizadas com a classificação utilizada pela Fepam para as atividades industriais segundo seu pp (alto, médio e baixo) quando do enquadramento dos empreendimentos para fins de licenciamento

Observa-se que, em termos gerais, há uma concentração significativa nas atividades industriais de alto potencial poluidor. Já na distribuição interna, houve uma mudança entre os anos de 2001 e 2004, com um maior crescimento das atividades de alto pp. Assim, no ano de 2001, cerca de 65% do VAB da indústria era gerado por atividades de alto pp; 30%, pelas de médio; e 5%, pelas de baixo. O ano de 2004 apresentou uma intensificação das atividades de alto potencial poluidor, que passaram a constituir, aproximadamente, 68% do VAB do Estado, enquanto as atividades de médio e de baixo pp se reduziram 28% e 4% respectivamente.

Essas informações podem subsidiar um planejamento na perspectiva do desenvolvimento sustentável, incentivando a implantação de atividades de baixo potencial poluidor.

O potencial poluidor das atividades industriais no RS

Compartilhe