O bom desempenho das exportações gaúchas de carne

Apesar da sobrevalorização do real, a entrada de divisas como resultado das exportações agrícolas continua garantindo saldos comerciais consideráveis para o País.

O segmento gaúcho exportador de carnes é um exemplo desse fato, ao apresentar um incremento nas vendas externas da ordem de 42,5% nestes primeiros seis meses de 2005, quando comparados a igual período do ano anterior. Perfazendo a soma de US$ 649,2 milhões, ou seja, 17,9% do valor total das exportações brasileiras de carne até o presente momento, o Estado tem figurado na terceira posição do ranking dos maiores exportadores nacionais, situando-se atrás somente de São Paulo, que totaliza 27,4% do valor comercializado, e de Santa Catarina, que responde por 21,0%. Caracterizadas pelos aumentos expressivos verificados, nesse mesmo período, para o comércio externo de suínos, que praticamente dobrou, e tamb ém de bovinos (53,6%) e de frangos (32,1%), as exportações gaúchas registraram variações superiores às nacionais para todos os tipos de carne e tiveram como principais destinos os países do Oriente Médio, Rússia e Japão.

O bom desempenho das exportações gaúchas de carne

Compartilhe