Comportamento das produções de uva e de maçã no Rio Grande do Sul – 2001/02

A produção gaúcha de uva e de maçã tem uma posição de destaque na fruticultura nacional. Em 2000, o Rio Grande do Sul era, de longe, o maior produtor de uvas do País: o volume produzido no Estado representava 52% da produção nacional, sendo o segundo colocado o Estado de São Paulo, com 19%. Na produção de maçã, a primeira colocação ficava para o Estado de Santa Catarina, com 52% do total do País. O RS vinha logo a seguir, com 44%. Juntos, os dois estados eram responsáveis por 96% da produção nacional de maçã.

Estimativas realizadas pelo IBGE para a safra de uva de 2002 no RS apontam uma produção de 567.757 toneladas, o que representa incremento de 14% com relação ao ano anterior. Esse resultado, caso confirmado, supera também o da safra de 2000 (521.110t), que havia estabelecido um recorde para essa cultura no Estado.

Já as maçãs, entre 2001 e 2002, apresentam, segundo a estimativa, crescimento de 15%, com uma produção de 351.353 toneladas. Embora essa cultura tenha superado, neste ano, a produção de 2001, não alcançou o patamar de 427.036 toneladas colhidas em 2000.

Quanto ao comportamento da área colhida desses produtos em 2002, constatam-se praticamente uma estabilidade (redução de 0,4%) no que diz respeito à maçã e um incremento de 5,5% na área de uva.

Comportamento das produções de uva e de maçã no Rio Grande do Sul – 200102

Compartilhe