A safra de grãos 2003/2004

As primeiras estimativas com relação à safra de grãos 2003/2004 no Brasil davam como certa uma produção maior do que a da safra de 2002/2003. Da mesma forma que na safra passada, as maiores expectativas concentravam-se na produção de soja. A maior parte do aumento no total produzido viria dessa lavoura — a produção passaria de 51,5 milhões de toneladas para algo em torno de 59,0 milhões. Parte do crescimento decorreria também da recuperação da lavoura de arroz, que, na safra 2002/2003, apresentou uma quebra significativa.

No entanto, os problemas climáticos ocorridos modificaram de forma drástica as expectativas iniciais. Ao invés de um crescimento esperado de mais de 14% no volume produzido de soja no País, haverá uma redução de quase 3%. O Rio Grande do Sul parece ter sido o estado no qual ocorreram as maiores perdas. A previsão era de uma safra superior às 9,6 milhões de toneladas colhidas em 2002/2003, mas o que se configura atualmente é uma colheita 41% menor. No caso do arroz, ao contrário da soja, as previsões iniciais de crescimento da produção brasileira não só se confirmaram como foram superadas com larga margem — no momento do plantio, as estimativas eram de uma safra em torno de 11,8 milhões de toneladas, mas o último levantamento do IBGE indica 12,9 milhões de toneladas.

A safra de grãos 2003 2004

Compartilhe