A redução do IPI e o desempenho do comércio no RS, em 2012

Com estatísticas já divulgadas para os primeiros nove meses do ano, pode-se ter uma noção clara do desempenho do comércio no RS, em 2012. Preliminarmente, observa-se que a desaceleração do setor não é fenômeno tão recente, uma vez que os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC-IBGE) indicam uma acomodação no crescimento do volume de vendas do comércio varejista ampliado desde o segundo trimestre de 2011. Em segundo lugar, verifica-se, nesse período, uma maior variabilidade dos desempenhos entre os segmentos que compõem a atividade: alguns setores, como supermercados e hipermercados e artigos de uso pessoal e doméstico, cresciam de forma acentuada; já outros, especialmente veículos, motocicletas, partes e peças e material de construção, apresentavam trajetória declinante de crescimento. Aliado à conjuntura industrial desfavorável, esse comportamento, nitidamente assimétrico entre os diversos segmentos comerciais, culminou no anúncio de reduções no Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) aplicável a alguns setores específicos: móveis e eletrodomésticos; veículos, motos, partes e peças; e materiais de construção (segmentos abrangidos, conforme a legenda do gráfico). A questão é: essas desonerações alteraram a trajetória de crescimento das atividades comerciais abrangidas por seus efeitos em relação às demais atividades?

O gráfico sintetiza o crescimento acumulado das atividades comerciais abrangidas e não abrangidas pelas reduções de IPI. Percebe-se, de forma bastante clara, que, a partir da vigência das referidas mudanças (final de maio de 2012), o conjunto dos segmentos abrangidos passou a registrar crescimento significativo, alterando a trajetória recente de baixo crescimento. Enquanto isso, os demais setores registraram declínio na taxa de crescimento acumulada, refletindo a tendência do setor na ausência de estímulos. Conclui-se, portanto, que a redução de IPI suavizou e vem suavizando a desaceleração do comércio varejista no RS, em 2012.

A redução do IPI e o desempenho do comércio no RS, em 2012

Compartilhe