Textos de: Walter Arno Pichler

Sindicalização por setor da atividade no período 2002-11

Por:

Edição: Ano 22 nº 11 - 2013

Área temática:

Assunto(s): ,

A taxa de sindicalização, que representa a parcela dos empregados associados a sindicato, é um indicador do poder relativo dos sindicatos em uma economia. Analisando-se o período 2002-11, verifica-se que a taxa de sindicalização total no Brasil atingiu 19,5% do total de empregados em 2011. Esse valor representa um recuo de 1,3 ponto percentual em […]

Desempenho da ocupação em nível setorial, na RMPA, nos anos 2000

Por:

Edição: Ano 20 nº 05 - 2011

Área temática:

Assunto(s): , ,

Durante os anos 2000, o mercado de trabalho da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) refletiu a conjuntura favorável da economia brasileira. Dados da Pesquisa Emprego e Desemprego (PED-RMPA) mostram que, no período 2000- -10, foram absorvidas cerca de 42 mil pessoas por ano na Região, enquanto, nos anos 90, a média foi de 26 […]

Tendência de queda da jornada de trabalho

Por:

Edição: Ano 19 nº 09 - 2010

Área temática:

Assunto(s): , ,

A extensão da jornada de trabalho, segundo a definição de Trabalho Decente proposta pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), expressa a qualidade das condições de trabalho em uma economia. Isso se deve ao fato de estar relacionada com a saúde física e mental dos trabalhadores, com o equilíbrio entre trabalho e vida familiar, com a […]

Vulnerabilidade do trabalho sem carteira na crise

Por:

Edição: Ano 18 nº 09 - 2009

Área temática:

Assunto(s):

A atividade econômica do Rio Grande do Sul sofreu uma considerável redução em função do impacto da crise financeira internacional. De acordo com a FEE, o Índice Trimestral de Atividade Produtiva (ITAP) estadual caiu 5,0% no quarto trimestre de 2008 e 8,9% no primeiro trimestre de 2009, relativamente ao mesmo período do ano anterior. Esse […]

Trajetória do emprego assalariado formal na RMPA

Por:

Edição: Ano 17 nº 07 - 2008

Área temática:

Assunto(s): , , ,

A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e o Estatuto do Funcionário Público são importantes instituições do mercado de trabalho, pois garantem aos assalariados acesso a direitos e benefícios estabelecidos na legislação. A ausência desses institutos nas relações de emprego configura situação de informalidade, ausência de direitos e, por conseguinte, trabalho em condições precárias. […]

Evolução do associativismo sindical no Rio Grande do Sul e no Brasil, entre 1992 e 2005

Por:

Edição: Ano 16 nº 06 - 2007

Área temática:

Assunto(s):

O poder de barganha dos sindicatos é indicado pela densidade sindical — a parcela da População Economicamente Ativa (PEA) associada a sindicatos. Evidências empíricas indicam que, entre 1992 e 2005, houve, no Rio Grande do Sul, um relativo declínio da força dos sindicatos, ao passo que, no Brasil, ocorreu uma leve elevação. Isso se expressa […]

Diferenças entre sexos no desempenho do emprego formal em 2004

Por:

Edição: Ano 14 nº 04 - 2005

Área temática:

Assunto(s):

Os dados do Caged mostram que, em 2004, foram acrescidos cerca de 117 mil postos de trabalho no mercado formal (diferença entre admitidos e desligados), no RS. Desse total, 57,4% foram vagas geradas para homens e 42,6% para mulheres. Assim, tomando-se como referência o estoque de emprego formal informado pela RAIS 2003, tem-se, ao final de 2004, uma […]

Evolução recente da estrutura sindical no Rio Grande do Sul

Por:

Edição: Ano 13 nº 06 - 2004

Área temática:

Assunto(s):

Nos anos 80, o sindicalismo brasileiro viveu uma fase de ascenso, expresso no movimento grevista e no fortalecimento da prática da negociação coletiva. A década de 90, no entanto, foi marcada por uma maior fragmentação da representação de patrões e empregados — favorecida pelo fim do controle do Governo sobre os assuntos internos dessas entidades desde 1988 — e pela […]