Textos de: Sônia Unikowsky Teruchkin

Vinhos finos importados: cresce sua participação no Brasil

Por:

Edição: Ano 14 nº 03 - 2005

Área temática:

Assunto(s): , ,

Analisando-se o período 1996-04, vê-se que a comercialização, no Brasil, de vinhos finos — aqueles produzidos com uvas européias de melhor qualidade — pouco se alterou. Entretanto, ao subdividi-lo em dois sub-períodos, verifica-se que houve um maior incremento da comercialização de vinhos finos até 1999, devido, principalmente, ao elevado crescimento das importações, que atingiram a taxa média anual de […]

Aumentam as exportações gaúchas para novos destinos

Por:

Edição: Ano 14 nº 02 - 2005

Área temática:

Assunto(s):

Apesar de Estados Unidos, China e Argentina absorverem juntos cerca de 36% das vendas externas gaúchas em 2004, esses países apresentaram uma queda de participação (39%) em relação a 2002 e 2003, pois as exportações gaúchas vêm ampliando a sua representatividade em novos destinos. Dentre estes, selecionaram-se aqueles países com alguma representatividade na pauta, para os quais as exportações do Estado […]

Crescem as exportações gaúchas, com destaque para os veículos

Por:

Edição: Ano 14 nº 01 - 2005

Área temática:

Assunto(s):

As exportações gaúchas, de janeiro a novembro de 2004, cresceram 22,5% em relação a idêntico período do ano anterior, sendo que apenas quatro capítulos representaram 43,5% das vendas externas: calçados, fumo, carnes e veículos. Nos calçados, polainas e artefatos semelhantes e suas partes, exportados principalmente para os Estados Unidos (60,3%) e o Reino Unido (8,9%), destacaram-se os calçados de couro […]

Comércio assimétrico com a Argentina

Por:

Edição: Ano 13 nº 09 - 2004

Área temática:

Assunto(s): , ,

Uma análise do comércio Brasil-Argentina e RS-Argentina de 2000 a 2003 mostra que o saldo comercial com esse país foi sempre deficitário (gráfico). Em 1999, a alteração do regime cambial no Brasil aumentou a competitividade dos produtos brasileiros nos mercados externos e deu início às restrições comerciais impostas pela Argentina. Apesar de esse país, em fins de 2001, ter abolido […]

China: segundo maior mercado das exportações gaúchas

Por:

Edição: Ano 13 nº 06 - 2004

Área temática:

Assunto(s):

A China, desde 2002, é o segundo maior parceiro comercial do Estado, apresentando elevadas taxas de crescimento na aquisição de produtos gaúchos. As exportações para esse país, que eram de US$ 444,6 milhões em 2002, passaram para US$ 719,1 milhões em 2003, com um incremento de 62%. Em 2004, as vendas devem continuar em elevado patamar, pois, apenas nos […]

Exportações: cresce a participação de novos mercados

Por:

Edição: Ano 13 nº 03 - 2004

Área temática:

Assunto(s):

As exportações gaúchas de janeiro de 2004 atingiram US$ 617,9 milhões, significando um acréscimo de 38% em relação a janeiro de 2003 e de 67% quando comparadas às do mesmo mês de 2002. Analisando-se por destino, verifica-se que os sete países que apresentaram as mais significativas taxas de crescimento, em conjunto, elevaram sua participação na pauta exportadora de […]

As exportações gaúchas crescem, e os mercados diversificam-se

Por:

Edição: Ano 12 nº 05 - 2003

Área temática:

Assunto(s):

No primeiro trimestre de 2003, as exportações gaúchas cresceram 25,3%, pouco abaixo das nacionais (26,5%), impulsionadas, basicamente, pelas vendas à Rússia, à Argentina e ao Irã, que apresentaram as maiores taxas de crescimento, quando comparadas com o mesmo período do ano anterior. Por decorrência, esses países passaram a ser os maiores compradores do Estado, depois dos Estados Unidos. Detendo-se nos países […]

As exportações gaúchas em 2002

Por: e

Edição: Ano 12 nº 01 - 2003

Área temática:

Assunto(s):

A economia gaúcha acumulou, no período jan.-nov./02, um saldo comercial de US$ 2,7 bilhões, 24,5% superior ao do mesmo período de 2001. Esse resultado se deveu a exportações estagnadas (0,05%) e a importações 14,1% menores que as de 2001. A performance das exportações poderia ser bem melhor, não fosse a forte crise da economia argentina, que, até 2001, era nosso […]