Textos de: Salvatore Santagada

A mobilidade urbana e os atropelamentos com mortes em Porto Alegre

Por:

Edição: Ano 23 nº 11 - 2014

Área temática:

Assunto(s): , ,

A maioria das cidades brasileiras tem privilegiado o veículo individual como o principal sistema modal de transporte. Em 2010, na Cidade de Porto Alegre, os automóveis e as caminhonetes participavam com 77,4% e as motos com 10,2% dos veículos motorizados. Quatro anos depois, em agosto de 2014, a frota de carros e caminhonetes reduziu levemente […]

Matrículas públicas na educação profissional e tecnológica

Por:

Edição: Ano 22 nº 11 - 2013

Área temática:

Assunto(s): , ,

Na última década, foi incentivada a qualificação da mão de obra necessária para acompanhar e estimular o desenvolvimento socioeconômico do País. Em 2011, o número de matrículas na educação profissional era de 1.250.900, sendo a participação da rede pública (municipal, estadual e federal) de 53,5%. No RS, a matrícula abarcava 94.184 estudantes, e a participação […]

A mulher e a sua desigual participação nas Câmaras de Vereadores

Por:

Edição: Ano 21 nº 08 - 2012

Área temática:

Assunto(s): , , ,

O terceiro Objetivo de Desenvolvimento do Milênio (ONU, 2000) propõe promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres. A participação das mulheres nas Câmaras Municipais de Vereadores (CMV) é um indicador para avaliar a igualdade entre os sexos através da presença de mulheres no âmbito do poder municipal. Existe um descompasso entre […]

Aumento das vagas para o ensino técnico profissional de nível médio

Por:

Edição: Ano 21 nº 02 - 2012

Área temática:

Assunto(s): ,

A educação profissional técnica de nível médio no Brasil experimentou, recentemente, importante expansão. O número de matrículas nas escolas técnicas aumentou 46,2% no período 2007-10; passou de 780.162 para 1.140.388. No RS, o crescimento das matrículas teve menor ritmo (9,5%), quando comparado com o Brasil, passando de 78.857 para 86.354 matrículas. Em relação às vagas […]

O RS ocupa a segunda pior posição na taxa de escolarização de crianças de quatro ou cinco anos

Por:

Edição: Ano 18 nº 11 - 2009

Área temática:

Assunto(s):

Há consenso entre educadores de que o acesso das crianças à educação infantil . creche (de zero a três anos) e pré-escola (de quatro a cinco anos) ., independentemente de sua situação social, é de fundamental importância. Essa primeira etapa da Educação Básica (ensinos infantil, fundamental e médio) tem o objetivo de atender aos aspectos […]

A educação profissional técnica de nível médio no Brasil e no Rio Grande do Sul

Por:

Edição: Ano 18 nº 07 - 2009

Área temática:

Assunto(s): ,

A educação profissional está dividida em três níveis: básico, técnico e tecnológico. Os cursos básicos são abertos a qualquer pessoa interessada, independentemente da escolaridade prévia; os técnicos, desde 1997, são oferecidos simultaneamente ao ensino médio ou após a sua conclusão, com organização curricular própria; e os tecnológicos são cursos de nível superior. Até 2004, o […]

A evolução das matrículas na educação especial, no Brasil e no RS — 2000-06

Por:

Edição: Ano 17 nº 07 - 2008

Área temática:

Assunto(s): , ,

A educação especial destinada a crianças, jovens e adultos portadores de necessidades educativas especiais (visual, auditiva, física, mental, altas habilidades de superdotados, portadores de condutas típicas e outros) é uma das políticas públicas que o nosso país, signatário da Convenção Internacional Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da ONU, defende. A importância da inclusão […]

A distribuição dos recursos do Salário-Educação

Por:

Edição: Ano 17 nº 04 - 2008

Área temática:

Assunto(s): ,

O Salário-Educação, criado em 1964, é uma contribuição social proveniente de todas as empresas vinculadas à Previdência Social, salvo as exceções delimitadas pela lei, que recolhem, mensalmente, 2,5% sobre a folha de pagamento. Os recursos são canalizados para o desenvolvimento do ensino básico. O recolhimento mensal dessa contribuição é transferido ao Fundo Nacional de Desenvolvimento […]

Analfabetismo no Brasil e no Rio Grande do Sul

Por:

Edição: Ano 16 nº 10 - 2007

Área temática:

Assunto(s): , ,

O artigo 214 da Constituição de 1988 determina a eliminação do analfabetismo no País, e o Plano Nacional de Educação (PNE, 2001) tem como meta erradicá-lo até 2010. Entre 2001 e 2006, o Brasil teve uma pequena redução na taxa de analfabetismo — de 12,4% para 10,4%, ou seja, dois pontos percentuais nos últimos cinco […]