Textos de: Maria Mercedes Rabelo

Qualificando populações vulneráveis: o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec)/Programa Brasil Sem Miséria (BSM)

Por:

Edição: Ano 23 nº 11 - 2014

Área temática:

Assunto(s): ,

O Pronatec foi criado, em 2011, com o objetivo de democratizar o acesso à educação profissional e tecnológica no Brasil. Os cursos são oferecidos pelo Sistema S (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat)) e pela […]

A heterogeneidade dos resultados educacionais em Porto Alegre

Por:

Edição: Ano 22 nº 06 - 2013

Área temática:

Assunto(s): ,

Um dos grandes problemas recorrentemente apontados hoje no Brasil refere-se a carências educacionais, em especial, dos jovens. Os indicadores de educação apontam melhorias, mas ainda há a necessidade de esforços em vários sentidos. No que se refere ao ensino fundamental, por exemplo, a taxa de aprovação ainda está em 86,3%, e a taxa de abandono […]

Os esforços governamentais para a redução da pobreza

Por: e

Edição: Ano 21 nº 11 - 2012

Área temática:

Assunto(s): , , ,

Nos últimos anos, o Governo Federal tem centrado esforços no sentido de reduzir a pobreza no País e de consolidar a rede de proteção social voltada às populações mais vulneráveis. Nesse sentido, foi criado, em 2003, o Programa Bolsa Família (PBF), que vem expandindo-se a cada ano, em um processo ininterrupto de consolidação institucional e […]

População vivendo em aglomerados subnormais

Por:

Edição: Ano 21 nº 06 - 2012

Área temática:

Assunto(s): , ,

Em dezembro de 2011, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou novas informações do Censo Demográfico 2010 relativas à situação de moradia de parte importante da população brasileira: a que vive em aglomerados subnormais. Esses aglomerados são definidos como aqueles constituídos por, no mínimo, 51 unidades habitacionais, ocupando, ou tendo ocupado até recentemente, […]

As principais causas de morte entre os homens jovens

Por:

Edição: Ano 20 nº 10 - 2011

Área temática:

Assunto(s): , ,

As causas externas de mortalidade — acidentes de trânsito, homicídios, suicídios, quedas, acidentais, afogamentos, dentre outras — representaram 9,2% dos óbitos do Rio Grande do Sul em 2010. Destaque-se que mais da metade dos óbitos nesse grupo de causas se refere aos acidentes de transporte (30,7%) e às agressões (28,8%). O segmento populacional mais vulnerável […]

Famílias em situação de alta vulnerabilidade no Brasil e no Rio Grande do Sul

Por:

Edição: Ano 14 nº 02 - 2005

Área temática:

Assunto(s):

Dados recentemente divulgados pelo IBGE revelam que o percentual de famílias em situação de maior vulnerabilidade social permanece alto no Brasil. Os critérios utilizados para definir alta vulnerabilidade foram: proporção de domicílios com crianças de até 14 anos de idade, com rendimento domiciliar per capita de até meio salário mínimo e com responsável com menos de quatro anos de estudo. […]

A desigualdade social sob um enfoque racial

Por:

Edição: Ano 14 nº 01 - 2005

Área temática:

Assunto(s): ,

Apesar da discussão acerca da democracia racial no Brasil (e sobre a própria validade do conceito de raça), os indicadores desagregados por raça e cor permanecem apontando diferenças significativas entre brancos e negros (pretos e pardos) no Brasil e no Rio Grande do Sul. Em 2000, havia, no Rio Grande do Sul, 1.289.509 negros (12,7% da população gaúcha), apresentando […]

Gravidez na adolescência: ainda uma questão a ser enfrentada

Por:

Edição: Ano 13 nº 07 – 2004

Área temática:

Assunto(s): , , ,

A ocorrência de gravidez na adolescência é um sério problema de saúde pública no País, uma vez que tem várias repercuss ões médicas e sociais. Usualmente, trata-se de uma gravidez de risco, apresentando altas taxas de mortalidade materna, maior número de ocorrências de partos prematuros e de crianças com baixo peso ao nascer. Por outro lado, freqüentemente, é […]

A evolução da expectativa de vida, por sexo, no Rio Grande do Sul

Por:

Edição: Ano 12 nº 09 - 2003

Área temática:

Assunto(s):

A Reforma da Previdência, atualmente em curso no Congresso Nacional, recoloca a questão da expectativa média de vida do cidadão brasileiro. Especificamente no caso da população gaúcha, houve um importante incremento dessa expectativa nos últimos 30 anos, passando de 66,6 anos no período 1971-73 para 73,4 anos em 1999-01. Entretanto, ao discriminar essa informação por sexo, verifica-se que a expectativa […]