Textos de: Carlos Aguedo Nagel Paiva

Inflação, juros e desindustrialização

Por:

Edição: Ano 26 nº 7 – 2017

Área temática:

Assunto(s): , ,

Na década de 80 e no início da de 90, as mais distintas escolas de Economia mantinham um diálogo rico sobre os determinantes da nossa hiperinflação, diferenciando sua inércia dos seus componentes de aceleração. O Plano Real foi concebido nessa interlocução. Hoje, por oposição, a efetividade e a produtividade do debate econômico são mínimas. De […]

A evolução da economia brasileira recente revelada pela comparação de suas duas últimas Matrizes de Insumo-Produto

Por:

Edição: Ano 26 nº 1 – 2017

Área temática: ,

Assunto(s): , ,

Em outubro de 2016, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a nova Matriz de Insumo-Produto (MIP) nacional. A MIP é um painel sistemático e integrado da economia. As colunas representam os setores demandantes, e as linhas, os setores ofertantes. Os setores-linha são ordenados do Setor Primário ao Terciário. O valor total do […]

Por uma estratégia microeconômica e heterodoxa de combate à inflação

Por:

Edição: Ano 25 nº 04 – 2016

Área temática:

Assunto(s):

Os instrumentos de controle da inflação adotados a partir do Plano Real são estritamente convencionais: elevação da taxa de juros e/ou depressão dos gastos públicos. Esses instrumentos têm-se mostrado eficazes: desde 1945, é a primeira vez que a inflação média, ao longo de 20 anos, é de apenas um dígito (7,33% a.a. entre 1996 e […]

As raízes da crise fiscal gaúcha e o irresponsável discurso do “dever de casa”

Por:

Edição: Ano 24 nº 09 – 2015

Área temática:

Assunto(s): ,

Na crise em que vivemos hoje, muitos se perguntam se ainda faz sentido ter “orgulho de ser gaúcho”. Venho, provocativamente, afirmar que os motivos do tradicional e justificado orgulho são, de certa forma, os mesmos da crise e se encontram lá atrás, na transição republicana. Com o fim do Império, cada estado federado ganhou ampla […]

A nova equipe econômica, a gestão fiscal e as políticas de combate à inflação

Por:

Edição: Ano 23 nº 12 - 2014

Área temática:

Assunto(s): ,

As últimas eleições expuseram uma polarização política pouco usual no Brasil. Nas urnas, o Governo saiu vitorioso. Mas a reforma ministerial na área econômica, com a indicação de Joaquim Levy para a Fazenda e Nelson Barbosa para o Planejamento, demonstra que a Presidenta reeleita quer mudanças na gestão fiscal em alinhamento com o programa da […]

A política econômica do Governo Dilma e a inflação

Por:

Edição: Ano 23 nº 05 – 2014

Área temática:

Assunto(s): ,

A performance relativamente medíocre da economia brasileira nos últimos anos, associada a uma inflação recorrentemente no limite da meta, vem instrumentalizando os opositores do Governo Dilma com argumentos críticos fáceis, mas enganosos. O que usualmente não se diz é que Dilma passou a coordenar o País quando todas as mazelas do Plano Real já se […]

A inflação brasileira

Por:

Edição: Ano 22 nº 12 – 2013

Área temática:

Assunto(s):

A Selic é a menor taxa de juros nacional. Em novembro, voltou aos dois dígitos, encerrando curto período de taxas “civilizadas”. O mercado respondeu prontamente, reduzindo as expectativas tanto de inflação quanto de crescimento. Passados quase 20 anos de Plano Real, a economia brasileira parece haver levado ao paroxismo o trade-off entre crescimento e inflação. […]

Dezenove anos de Plano Real: prazo de validade estourado?

Por:

Edição: Ano 22 nº 06 - 2013

Área temática:

Assunto(s): ,

Se tomamos o Plano Real como um programa de combate à inflação, não há como questionar o seu sucesso. Tal como se observa na tabela abaixo, malgrado uma discreta inflexão nos últimos dois anos, a taxa média anual de inflação vem decrescendo de forma sistemática desde 1994. E a despeito de a média anual haver […]

Os desafios da “Metade Oeste”

Por:

Edição: Ano 21 nº 11 - 2012

Área temática:

Assunto(s): ,

O desempenho socioeconômico do Rio Grande do Sul na última década tem sido inferior ao desempenho nacional nos mais diferentes quesitos. Desde logo, o Estado apresentou a menor taxa de crescimento da população entre as unidades da Federação, de 2000 a 2010. No plano da produção, foi o segundo estado que mais perdeu participação relativa […]