Salário mínimo real no Brasil: 1990-01

O salário mínimo (SM) no País foi reajustado em 1º de abril de 2002, passando de R$ 180,00 para R$ 200,00, o que corresponde a uma variação de 11,11%. Tomando-se como referência comparativa o ICV do DIEESE para as famílias de baixa renda do Município de São Paulo, cuja variação foi de 10,56% em 2001, constata-se que o reajuste aplicado ao SM nacional não representou praticamente nenhum ganho real.

O comportamento do SM real no Brasil, no período 1990-01, pode ser assim descrito: nos anos de alta inflação, compreendidos entre 1990 e 1994, o SM real evidenciou oscilações acentuadas, com variações positivas em 1991 e 1993 e negativas em 1992 e 1994, neste último ano, o SM real encontrava-se 14,78% abaixo de seu nível de 1990; em 1995, o SM real mostrou nova variação negativa comparativamente ao ano anterior, de 1,05%; a partir de 1996, em um contexto de relativa estabilidade de preços, a política para o SM real vem proporcionando sucessivas variações positivas de seu valor real, o qual, em 2001, se situou 20,95% acima daquele de 1995.

Não obstante, deve-se ter presente que, em 2001, o SM real se encontrava em nível praticamente idêntico ao observado em 1990, patamar que assinala uma perda de mais de 70% do poder de compra de quando foi instituído.

Salário mínimo real no Brasil 1990-01

Compartilhe