Safra 2011/2012: área plantada segue os preços

A última safra das principais culturas de verão — arroz, feijão, milho e soja — foi recorde no Rio Grande do Sul (26,5 milhões de toneladas). Na esteira desse resultado, são apresentadas as primeiras estimativas de área cultivada para essas culturas na safra 2011/2012.

Pode-se notar que, apesar das questões climáticas e tecnológicas, a decisão de produção está respondendo às variações dos preços. Assim, no caso da soja, cujo preço é levemente superior ao do ano anterior, observa-se um aumento na área plantada. O milho, por sua vez, deve apresentar a maior expansão em termos de área cultivada — 50.000 hectares —, favorecido pelo incremento expressivo de seu preço (32%).

De outra parte, as culturas voltadas ao mercado interno — arroz e feijão — tendem a diminuir sua área cultivada no Estado. O feijão, cuja área plantada é relativamente pequena, deve ter redução de 0,64%. Já o arroz, importante produto da agricultura gaúcha, terá sua área de cultivo diminuída em mais de 5%, influenciado pela significativa queda de preços (20%) no último ano.

Nota-se, portanto, um pequeno aumento da área destinada aos produtos direcionados ao setor externo, cujos preços estão mais atrativos. O impacto dessas alterações na economia gaúcha dependerá das condições climáticas, bem como dos preços vigentes no momento da colheita.

Safra 2011 2012 área plantada segue os preços

Compartilhe