O Mercosul mais ampliado: Peru novo sócio

Com a assinatura do acordo entre o Mercosul e o Peru para a formação de uma zona de livre comércio, amplia-se o número de países associados ao bloco, que agora já são três: Chile, Bolívia e Peru. Para o Rio Grande do Sul, esse acordo pode representar um crescimento das vendas externas, em especial de segmentos industriais. Apesar de o Peru representar apenas 0,4% das exportações gaúchas de janeiro a julho correntes, as vendas para esse país concentraram-se em polietilenos; máquinas e aparelhos; tratores; calçados (de couro, borracha e plástico); objetos de vidro; e veículos, chassis com motor e carrocerias para transporte coletivo. E esses produtos também são muito vendidos para os outros dois países associados ao bloco.

O acordo Mercosul-Peru abre novas oportunidades para o Estado ampliar suas vendas externas de produtos industrializados, alguns dos quais considerados dinâmicos. Isto porque é no início do processo de integração que são feitas as maiores concessões tarifárias. Tal fato ganha maior relevância não só por aumentar o valor agregado dos produtos exportados pelo RS, mas também porque contribui para Desconcentrar as exportações gaúchas, pois cerca de 40% das vendas de janeiro a julho de 2003, assim como em igual período do ano passado, foram de produtos ligados aos segmentos calçadista, de fumo e de soja e seus derivados. Igualmente, é importante o fato de que, apesar dos inúmeros problemas dos países-membros do Mercosul, o bloco continua ampliando o número de países associados, aumentando os mercados e a integração das economias sul-americanas, o que pode contribuir para as negociações com outros blocos e, em especial, para a conformação da ALCA.

O Mercosul mais ampliado Peru novo sócio

Compartilhe