Máquinas agrícolas lideram crescimento das exportações para a Argentina

As exportações do Rio Grande do Sul para a Argentina alcançaram US$ 906,6 milhões no primeiro semestre de 2011. Comparativamente com o mesmo período de 2010, durante o qual foram exportadas mercadorias totalizando US$ 735,5 milhões, houve um crescimento, em valor, de 23,3%. Além disso, nos primeiros seis meses de 2011, as exportações para a Argentina ultrapassaram os valores do primeiro semestre de 2008, quando, antes da crise, o Rio Grande do Sul havia exportado US$ 769 milhões.

O aumento de US$ 171,2 milhões em 2011, em relação a 2010, decorre principalmente das exportações do setor de máquinas e equipamentos, que alcançaram US$ 204,0 milhões em 2011, contra US$ 81,1 milhões em igual período de 2010. A participação desse segmento aumentou para 22,5% do total das exportações para a Argentina em 2011, contra 11,03% no primeiro semestre de 2010. Tal resultado advém, em sua maior parte, do aumento da demanda argentina por máquinas agrícolas e equipamentos relacionados à produção do complexo agropecuário, como máquinas ceifeiras e debulhadoras. Também contribuíram para o bom desempenho do primeiro semestre os setores de montagem de veículos automotores, reboques e carrocerias e de fabricação de produtos químicos, com incrementos nas exportações de, respectivamente, US$ 37,3 milhões e US$ 51,6 milhões.

Máquinas agrícolas lideram crescimento das exportações para a Argentina

Compartilhe