Interior impulsiona comércio estadual no primeiro semestre

O Índice de Vendas do Comércio (IVC) indica que o comércio estadual mantém a trajetória positiva verificada em 2007 e finaliza o primeiro semestre do ano com variação positiva de 7,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. Contudo, ao contrário de 2007, em que o crescimento do interior versus o da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) foi homogêneo, com a RMPA registrando um crescimento de 8,5%, e o interior, um de 8,2%, em 2008, o bom desempenho do comércio gaúcho deve-se, principalmente, à significativa evolução do interior (9,2%), enquanto a Região aumentou 5,8%. Essa forte variação positiva do interior, combinada com a sua participação no comércio estadual, resultou em um impacto de 59% no desempenho do Estado, ao passo que a RMPA contribuiu com apenas 41%.

Conforme se observa na tabela, o desempenho do interior, no primeiro semestre de 2008, foi o melhor da série histórica (com início em 2004), sendo fortemente explicado pelo grande acréscimo do comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos (44,5%) e pelo comércio varejista de veículos, motocicletas, partes, peças e acessórios (21,7%). Também se pode destacar o incremento do comércio atacadista de matérias-primas agropecuárias, que, pelo seu tamanho, causou um forte impacto no desempenho do comércio do interior do Estado, com a variação positiva de 14,5%.

Interior impulsiona comércio estadual no primeiro semestre

Compartilhe