Exportações de carnes do RS têm crescimento expressivo

Nos primeiros oito meses de 2004, as exportações agropecuárias brasileiras alcançaram US$ 26,025 bilhões, um aumento de 35% sobre o mesmo período do ano anterior. O capítulo das carnes ficou em segundo lugar entre os produtos de maior valor, alcançando US$ 3,561 bilhões, mediante crescimento de 64,6%. Entre os estados exportadores de carne, o Rio Grande do Sul ocupa o quarto lugar, com 16,9% das vendas. No período aqui analisado, o Estado obteve exportações da ordem de US$ 603 milhões, com incremento de 48%, muito expressivo, porém abaixo da média nacional.

Analisando por tipo de carne, pode-se notar que a de frango continua a deter a maior fatia das vendas externas do Estado. Entretanto a taxa de crescimento das exportações do Rio Grande do Sul (44%) ficou abaixo da de Santa Catarina (46%) e da do Paraná (55%), os outros dois grandes produtores e exportadores de carne de frango do País. Nas vendas de carne suína, o crescimento gaúcho foi de 30,8%, novamente abaixo da média nacional, impulsionada pela expressiva taxa de Santa Catarina (100%), Estado detentor de 44% das vendas do produto. Nas exportações de carne bovina, o extraordinário crescimento de 150,9% nas exportações a partir do Rio Grande do Sul não foi capaz de transformar o Estado em exportador importante, visto que possui apenas 3,1% de participação nas vendas externas da carne, onde São Paulo detém parcela de quase 70%. Quanto às outras carnes, com pouca expressão no total, o Estado conseguiu avançar 94%, dessa vez acima da taxa dos outros estados.

Exportações de carnes do RS têm crescimento expressivo

Compartilhe