Dimensão do agronegócio do Rio Grande do Sul

o agronegócio mostra-se mais importante na economia do RS do queno espaço nacional. A participação no PIB do Estado (29,5%) é aproximadamente 49% maior que sua correspondência nacional (19,8%).

Dimensão do agroegócio do Rio Grande do Sul

É evidente a especificidade estadual da composição do agronegócio. As atividades a montante (insumos e máquinas e implementos) representam 8,6% no RS, enquanto, no Brasil, respondem por 5,6%. Esse resultado está associado à histórica vocação primária do Estado, que contribuiu para o desenvolvimento de atividades fornecedoras de insumos e de bens de capital destinados à produção rural. Em especial, a produção de adubos, fertilizantes e defensivos e de máquinas e tratores supera a demanda do RS, sendo o excedente destinado, principalmente, para o mercado interno e, em menor escala, para o resto do mundo.

Analogamente, as atividades a jusante (agroindústria, distribuição e serviços) respondem por 58,5% no RS face a 54,5% no Brasil. No caso do RS, destacam-se os setores agroindustriais: calçados e couros, abate de animais, demais indústrias alimentares, beneficiamento vegetal, madeira e mobiliário, laticínios, fumo, celulose e papel, óleos vegetais, vestuário e têxtil.

Em função da maior diversificação a montante e na agroindústria, a participação da agropecuária no agronegócio do RS é menor comparativamente ao Brasil.

Compartilhe