Desempenho do mercado de trabalho na RMPA, em 2009

O desempenho do mercado de trabalho na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) ficou acima das expectativas quando do início da crise financeira internacional em meados do segundo semestre de 2008, embora seus efeitos tenham deixado marcas. O período jan.-nov./09 apresentou indicadores negativos e positivos para o mercado de trabalho na RMPA, quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Segundo os dados levantados pela Pesquisa de Emprego e Desemprego da RMPA, após cinco anos consecutivos de declínio, a taxa média de desemprego total apresentou variação positiva, passando de 11,3% em 2008 para os atuais 11,4%. Tal resultado decorreu do ingresso de 25.000 trabalhadores na força de trabalho metropolitana, que superou a geração de 21.000 ocupações. Com o acréscimo de 4.000 pessoas, o contingente de desempregados ficou estimado em 229.000 indivíduos, no período em análise.

O comportamento da ocupação, segundo os diferentes setores da atividade econômica, mostrou expansão em quase todos, excetuando-se o da indústria, que, após dois anos de incremento, apresentou uma redução de 19.000 postos de trabalho, sendo o setor que sentiu mais intensamente os efeitos da crise. A elevação mais importante ocorreu no setor serviços, que acrescentou 29.000 ocupações e, em menor medida, no comércio, com 8.000 postos de trabalho.

O fato positivo no mercado de trabalho metropolitano ficou por conta do comportamento dos rendimentos. Em relação ao período analisado do ano de 2008, houve aumento de 4,7% no rendimento real médio do total de ocupados e de 3,4% no de assalariados.

Desempenho do mercado de trabalho na RMPA, em 2009

Compartilhe