Comércio: vendas em queda em 2002

No primeiro quadrimestre do ano, o comércio varejista gaúcho apresentou uma queda no volume de vendas de 4,0%, o pior resultado entre os principais estados do País. O comércio brasileiro, por sua vez, apresentou uma redução de 1,1% em suas vendas. O desempenho do comércio gaúcho é o reflexo das sucessivas quedas nas vendas que o setor vem acusando ao longo do ano, ou seja: -4,6%, -2,2%, -4,2% e -4,8%, respectivamente, nos meses de janeiro a abril deste ano contra iguais meses do ano anterior.

No acumulado do ano, tiveram desempenhos piores que a média do setor os ramos veículos, motos, partes e peças (-14,9%); tecidos, vestuário e calçados (-8,3%); e demais artigos de uso pessoal e doméstico (-7,2%). Ressalva-se como aspecto positivo, em abril, o desempenho do segmento móveis e eletrodomésticos, que apresentou um crescimento de 4,0%, impulsionado pela realização da Copa do Mundo.

No quadrimestre, o comércio varejista de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Bahia apresentou retração das vendas de -1,9%, -2,5%, -1,6% e -0,3% respectivamente. Por outro lado, apresentaram resultados positivos os Estados de Minas Gerais (2,6%), Ceará (2,3%) e Rio de Janeiro (0,4%).

Comércio vendas em queda em 2002

Compartilhe