Textos com assunto: poupança

Crescimento do PIB e poupança no BRIC

Por:

Edição: Ano 19 nº 08 - 2010

Área temática:

Assunto(s): , ,

As expectativas de crescimento do PIB brasileiro têm sido revisadas para cima, sistematicamente, nos últimos meses, de acordo com as mais recentes estimativas do mercado. Segundo os dados divulgados pelo Relatório de Mercado Focus, do Banco Central, em 10.07.09, as estimativas iniciais eram de que o PIB se expandisse a uma taxa anual de 3,5% em 2010. O último Relatório Focus, divulgado em 09.07.10, estima o crescimento anualizado do PIB brasileiro em 7,2%. Assim, no prazo de um ano, a estimativa de crescimento do PIB mais do que duplicou. Isso aponta o aumento significativo da velocidade de expansão da atividade econômica no País.

O cerne da questão é que o Brasil possui uma relativa baixa taxa de poupança, como proporção do PIB: 16%, o que é pouco para as suas necessidades. Compare-se, por exemplo, a situação de Brasil, Rússia, Índia e China (BRIC). A China, que tem apresentado altas taxas de crescimento intertemporal, há cerca de mais de três décadas consecutivas, tem taxa média de poupança superior a 46% do PIB. A taxa de poupança da Índia é maior do que 31%. Mesmo a Rússia, que tem apresentado crescimento econômico inferior ao da China e da Índia, tem uma taxa de poupança em torno de 31% do PIB. Isso indica que, sem elevar a taxa de poupança, não há como se sustentarem altas taxas de crescimento econômico ao longo do tempo.

Crescimento do PIB e poupança no BRIC

Compartilhe