Textos com assunto: bolsa de valores

Bolsa de valores: o Rio Grande do Sul tem um caminho a percorrer

Por:

Edição: Ano 16 nº 12 - 2007

Área temática:

Assunto(s): , ,

Nos últimos anos, o mercado de ações brasileiro tem vivido um momento de prosperidade. Em 2004 e 2005, foram 16 ofertas públicas iniciais — IPOs na sigla em inglês. Em 2006, foram 26, e, até julho deste ano, 46 novas IPOs.

O principal catalisador dessa mudança tem sido o Novo Mercado da Bovespa, segmento especial, idealizado, em 2000, para abrigar as companhias que se comprometem com as melhores práticas de governança corporativa. Foram criados, além do Novo Mercado, dois segmentos intermediários, os chamados Nível 2 e Nível 1.

Hoje, do total de 440 empresas na Bovespa, 70% delas ainda pertencem ao segmento tradicional.

O Rio Grande do Sul ocupa a terceira posição no número de empresas presentes na Bovespa — considerando as Regiões Sul e Sudeste —, mas tem o mais alto percentual de companhias que não estão classificadas em qualquer um dos níveis de governança corporativa (82,5%). Possui, também, o menor número de companhias no Novo Mercado, apenas três.

As explicações para o pequeno número de empresas gaúchas que demonstram maior preocupação com a governança corporativa são diversas, entre elas, a falta de destaque em setores que ultimamente estiveram em alta, com grande IPO no Novo Mercado, como o relacionado à produção de álcool e o segmento de empresas de tecnologia e educação.

Bolsa de valores o Rio Grande do Sul tem um caminho a percorrer

Compartilhe