Ano 19 nº 07 - 2010

    Mercado de trabalho da RMPA em recuperação

    A recuperação da economia do País, corroborada pelo expressivo crescimento de 9,0% do PIB no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo trimestre de 2009 (IBGE), vem tendo impactos positivos também sobre o mercado de trabalho. Na Região Metropolitana de Porto Alegre, esse fato pode ser constatado através do desempenho favorável dos principais indicadores

    Leia mais

    O fraco desempenho do trigo gaúcho

    A safra brasileira de trigo 2009/10 cresceu 3,8%, atingindo 5,1 milhões de toneladas. Por necessitar de clima frio para seu desenvolvimento, esse cultivo está concentrado no Paraná e no Rio Grande do Sul, que, juntos, são responsáveis por praticamente 90% da produção. No Estado, o fraco desempenho dessa cultura em 2009/10 é resultado de um

    Leia mais

    O aumento da arrecadação tributária

    A arrecadação das receitas federais nos primeiros cinco meses de 2010 registrou um aumento real considerável de 13,3% em relação a igual intervalo do ano anterior, revertendo o quadro ocorrido no ano de 2009, quando essas receitas apresentaram queda, em decorrência da crise econômica, que provocou redução do nível de atividade (-0,2%), e das medidas

    Leia mais

    Agricultura familiar: novos estímulos à produção de alimentos

    As informações publicadas recentemente no Censo Agropecuário de 2006 permitem afirmar que a agricultura familiar é responsável por 70% da produção dos alimentos comercializados no mercado interno, contando apenas com 24,3% da área total dos estabelecimentos rurais no Brasil. O anúncio do Plano Safra Para a Agricultura Familiar 2010/2011 vem corroborar a força desse segmento

    Leia mais

    Estados com maior PIB não reduzem a mortalidade precoce

    O primeiro dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio estipulados pela ONU é erradicar a extrema pobreza e a fome, tendo como meta reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população que sofre de fome. Seu indicador é a taxa de crianças com baixo peso ao nascer (inferior a 2.500 gramas) por 1.000 nascidos vivos.

    Leia mais