Ano 16 nº 07 - 2007

Trabalho e precarização na RMPA: dos anos 90 a 2006

No Brasil, as transformações no trabalho associadas à reestruturação produtiva iniciada na década de 90 imprimiram alterações substantivas e impactos diferenciados no mercado de trabalho. Nesse contexto, enquanto análises sobre o mercado de trabalho nos anos 90 apontavam a precarização do trabalho como a marca prevalente, estudos sobre a década atual indicam um cenário mais

Leia mais

Crescimento populacional dos Coredes do Rio Grande do Sul entre 2000 e 2006

As estimativas populacionais de 2006, quando comparadas aos dados do Censo Demográfico 2000, mostram que os Coredes com maiores crescimentos no número de habitantes por km2 foram o Vale do Rio dos Sinos, com um acréscimo de 96,4 habitantes por km2 entre 2000 e 2006, o Metropolitano Delta do Jacuí (31,1 habitantes por km2), o

Leia mais

O aumento das receitas e a carga tributária

A estratégia de ajuste do setor público no País, pelo menos desde 2000, tem-se baseado no aumento de arrecadação (devido tanto à elevação de alíquotas quanto à melhoria nos mecanismos de fiscalização), o que resultou num crescimento da carga tributária (total de tributos em relação ao PIB). Essa passou de 30,4% do PIB em 2000

Leia mais

Safra 2007/2008: Pronaf revela medidas mais flexíveis e abrangentes

A agricultura familiar vem mostrando desempenho mais que satisfatório ao longo dos últimos anos, chegando a participar com 10% do PIB nacional em 2003, segundo estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE-USP). Os resultados podem ser atribuídos, em grande parte, às políticas públicas voltadas para o setor, que vêm atuando através de medidas específicas

Leia mais

Combate à AIDS: um dos objetivos do milênio

Dentre os 18 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio da ONU, um está relacionado ao combate ao HIV/AIDS e tem como meta, até 2015, deter e começar a reverter a sua propagação. A análise dos dados mais recentes indica que tal meta dificilmente será alcançada, tanto pelo Brasil quanto pelo Rio Grande do Sul. Entre 1991

Leia mais

Alguns efeitos da apreciação do real

O efeito mais destacado da atual apreciação do real tem sido a perda de rentabilidade das exportações, aliada ao incentivo para o aumento das importações. Entretanto nem todos os exportadores sofrem igualmente esses efeitos. Para muitas empresas, a queda do dólar não tem sido um fator impeditivo para o aumento das exportações, visto que seus

Leia mais