Ano 14 nº 10 - 2005

A renda dos ocupados no primeiro semestre

Analisando os dados de rendimentos médios mensais por semestres, a partir da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) nas Regiões Metropolitanas de Porto Alegre (RMPA) e de São Paulo (RMSP), desde o ano de 1999 até o primeiro semestre de 2005, pode-se observar a grande queda no indicador renda no trabalho principal. Enquanto a renda média real dos ocupados

Leia mais

A “plena competição” nas telecomunicações

A política de telecomunicações tem por objetivo implantar a “plena competição” até 2005, sem limites de operadoras. A competição entre as empresas prestadoras de serviços de telecomunicações (transmissão, emissão e recepção de símbolos, caracteres, sinais, escritos, imagens, sons ou informações) é uma realidade. A disputa trava-se pela oferta de planos de tarifas e de serviços diferenciados de telefonia local, longa distância

Leia mais

Investimentos: melhora não rompe estagnação

O 2º trim./05 revelou algumas surpresas positivas nas contas nacionais brasileiras divulgadas pelo IBGE. O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,4% frente ao trimestre anterior (resultado ajustado sazonalmente) e 4,3% no acumulado dos últimos quatro trimestres. Esse resultado foi marcado pela recuperação dos investimentos medidos pela Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), a qual, após queda de 3,6% nos primeiros três

Leia mais

Gestão ambiental e os municípios gaúchos com maior Índice de Potencial Poluidor na Indústria (Inpp-I)

A ação municipal na área ambiental é respaldada por um conjunto de tratados internacionais e instrumentos legais nacionais que enfatizam a importância da gestão local, ao reconhecerem que, como nível de governo mais próximo à população, os municípios desempenham um papel essencial em favor de um desenvolvimento sustentável. Selecionamos os 10 municípios gaúchos com maior Inpp-I, para examinarmos as suas estruturas

Leia mais

Balança comercial RS-Mercosul

Diferentemente do Brasil, cujo saldo comercial com o Mercosul foi positivo, o RS apresentou déficit no comércio com o bloco, de janeiro a agosto de 2005, em decorrência do comércio com a Argentina, pois, com o Uruguai e o Paraguai, a balança comercial foi favorável ao Estado. Apesar do saldo negativo com a Argentina, o RS tem enfrentado algumas

Leia mais

Mudanças estruturais e exportações gaúchas de calçados

As mudanças estruturais ocorridas na indústria calçadista internacional — induzidas pelo ajuste da esfera produtiva às novas condições de produção e pela alteração nas formas de comercialização —, por um lado, e a manutenção de taxas de juros elevadas e câmbio apreciado — para atender ao objetivo de estabilidade macroeconômica no País —, por outro, vêm colocando desafios continuados

Leia mais