Ano 14 nº 09 - 2005

As commodities e o sucesso exportador brasileiro

Na década de 90, as relações comerciais do Brasil com o exterior passaram por grandes transformações, num esforço de promover a abertura da economia e integrá-la rapidamente ao mercado internacional. A liberalização do comércio exterior e, mais tarde, a administração da política cambial, na primeira fase do Plano Real (1994-99) — que levou à sobrevalorização da moeda brasileira —, conduziram

Leia mais

Os resultados expressivos dos bancos mantêm-se em 2005

Os bancos, no Brasil, vêm apresentando bons resultados nos últimos anos. A rentabilidade média do patrimônio líquido dos 70 maiores conglomerados financeiros do País em 2002, 2003 e 2004 foi de 15,68%, 19,01% e 15,2% respectivamente. No ano de 2005, essa situação deverá manter-se, pois, nos primeiros seis meses, o balanço divulgado por 13 bancos mostrou que o lucro líquido

Leia mais

Potencial poluidor da indústria e gestão ambiental municipal

A construção de indicadores que levem em conta a problemática ambiental está relacionada com as concepções mais atuais sobre qualidade de vida, bem-estar e desenvolvimento. Nesse sentido, pensando-se na concepção e na execução de políticas econômicas e de gestão ambiental, torna-se cada vez mais necessário o uso desses indicadores para a avaliação e o monitoramento dos efeitos das

Leia mais

Sérios obstáculos para a indústria de tratores, máquinas e implementos agrícolas

Há vários anos, a indústria de tratores, máquinas e implementos agrícolas do Brasil vem conhecendo um dinamismo acentuado, devido à forte expansão do agronegócio, aliada à criação do Moderfrota pelo Governo Federal em 2000, que promoveu condições creditícias favoráveis à renovação do maquinário agrícola. Em 2005, os dados de produção física industrial do setor, no primeiro semestre, expressam uma queda, quando

Leia mais

Finanças gaúchas continuam em situação difícil

A execução do orçamento da Administração Pública Estadual consolidada (Direta e Indireta), no período 2002-05, tem sido difícil. O déficit orçamentário (a preços de julho de 2005) foi de R$ 145 milhões em 2002, R$ 416 milhões em 2003 e atingiu R$ 919 milhões em 2004. Já no acumulado jan.-jul./05, o déficit foi de R$ 319 milhões (no mesmo período

Leia mais

Os juros, a dívida e o ovo do quero-quero

O debate brasileiro sobre a relação entre a taxa de juros e a dívida pública lembra o ardil do quero-quero. Cantando longe de seu ninho, o esperto pássaro imagina enganar os predadores, que procurarão seus ovos onde não estão. A tão simplória quanto falsa comparação entre um devedor privado e o Estado, infelizmente estimulada por inúmeros economistas, faz pensar que, tal

Leia mais