Ano 14 nº 02 - 2005

Emprego formal tem crescimento recorde no RS, em 2004

O ano de 2004 foi especialmente favorável ao desempenho do mercado de trabalho. No Rio Grande do Sul, de acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o crescimento do emprego formal, em praticamente todos os meses do último ano — apenas em dezembro, como decorrência de fatores

Leia mais

Sazonalidade da indústria de bebidas no Estado

A produção de bebidas é um dos setores da indústria gaúcha que apresenta uma sazonalidade muito marcada. Quando se compara sua evolução anual com o mesmo setor em nível de Brasil, nota-se a repetida oscilação da curva da produção de bebidas do Rio Grande do Sul, que tem seu pico no mês de abril. Isso se deve à produção

Leia mais

Aumentam as exportações gaúchas para novos destinos

Apesar de Estados Unidos, China e Argentina absorverem juntos cerca de 36% das vendas externas gaúchas em 2004, esses países apresentaram uma queda de participação (39%) em relação a 2002 e 2003, pois as exportações gaúchas vêm ampliando a sua representatividade em novos destinos. Dentre estes, selecionaram-se aqueles países com alguma representatividade na pauta, para os quais as exportações do Estado

Leia mais

Concentração nas cadeias agroalimentares brasileiras

Processos de concentração empresarial usualmente são avaliados tomando-se como indicador o número de fusões e aquisições (F&A) de empresas. Segundo esse critério, o agronegócio brasileiro continua avançando na consolidação patrimonial. Os dados mais expressivos foram contabilizados na área de alimentos, bebidas e fumo (A&B&F), onde as F&A praticamente dobraram nos primeiros nove meses de 2004, em relação a igual período

Leia mais

Famílias em situação de alta vulnerabilidade no Brasil e no Rio Grande do Sul

Dados recentemente divulgados pelo IBGE revelam que o percentual de famílias em situação de maior vulnerabilidade social permanece alto no Brasil. Os critérios utilizados para definir alta vulnerabilidade foram: proporção de domicílios com crianças de até 14 anos de idade, com rendimento domiciliar per capita de até meio salário mínimo e com responsável com menos de quatro anos de estudo.

Leia mais

Reestruturação da dívida argentina

Em setembro de 2003, o Governo argentino propôs aos credores o pagamento da sua dívida pública externa com desconto de 75% sobre o valor nominal. Dez meses depois, em julho de 2004, as autoridades daquele país admitiram que o desconto original, calculado anteriormente sobre o valor nominal, passasse a incidir sobre o valor real, implicando inclusão dos juros

Leia mais